10/02/2011

em campos distantes

Estive ontem em Campo Benfeito... que frio vigorante que estava! Vi uma pastora de capucha, sentada num muro de granito a fiar lã numa antiga roca. As suas ovelhas pastavam num campo lindo, verde, verde brilhante em contraste ao castanho dormente das árvores desnudadas. Um castanho ao mesmo tempo também inspirador. As árvores esperam um mesmo vestido de verde que volta com as andorinhas da primavera. Visitei as Capuchinhas, falei com as artesãs e encomendei um casaco de burel feito por elas mesmas. Deixei saudades pelos campos bem feitos....

(O meu casaco feito à mão e medida por artesãs portuguesas foi a melhor compra que fiz nos últimos anos. Custou-me 120 euros (mais barato do que na Zara por exemplo.) É de design e durará uma vida inteira.)

3 comentários:

doces abobrinhas disse...

adoro comprar peças clássicas que tem o efeito de durar a vida inteira, rs! adorei chegar aqui!
um bj doce e apareca nas abobrinhas
roberta

xuxudidi disse...

Mary, é incrível porque passei pelas Capuchinhas também. E não disseste nada?
Boas férias:)

Rucas disse...

As capuchinhas são umas valentes! Adoro o trabalho delas.