12/04/2010

originally uploaded by Saloia.

eu na casa da minha avó materna

A minha avó usava um lenço de mão para guardar o seu dinheiro. Fazia dele um tipo de trouxa atado numa bolinha . Eu lembro-me que ela tinha vários lenços com dinheiro, escondidos nos roupeiros ou nas gavetas do quarto dela. Quando me queria dar dinheiro para as minhas despesas lá ia a minha 'rolinha' buscar as suas bolinhas. A minha avó tinha uma mala de mão, mas acho que só começou a usar uma regularmente quando emigrou para os Estados Unidos, já ela tinha os seus cinquenta e tal anos. Imagino que na sua vida de campo, na aldeia lá longe na serra pouco precisava de uma mala ou carteira. A vida dela consistia em cuidar dos animais, dos seus filhos e da sua mãe . A minha mãe conta que a minha avó não gostava de ir às feiras ou às compras no mercado da vila (Arcos de Valdevez). Em vez dela ia a minha mãe, ainda pequenina, com a irmã da minha avó. Essa minha tia avó gostava de dinheiro e de ir às compras!!

Hoje fui às compras para o café e não levei carteira. Como estava com pressa peguei numa nota de cinquenta, na chave do carro e nos sacos recicláveis para acartar as minhas compras. Quando cheguei ao mercado não tinha aonde guardar a nota e chaves. Não tinha lenço de mão, mas tinha um saco plástico pequeno que de repente serviu como uma espécie de trouxa aonde guardei a nota e as chaves e depois a factura das compras e o troco. Quando voltava de carro para o café de repente olhei para o saquinho e lembrei me das trouxinhas da minha avó.

Também não gosto muito de ir às compras, minha rolinha.

12 comentários:

Virgínia disse...

que lindas palavras, Mary. Obrigada, fizeram-me bem :)

Chalezinha disse...

E tu fizeste-me chorar minha princesa.
Quando contas estas estórias, vê-se tudo o que dizes.
Conta mais, please.
:)*
Love U
SP

Rita Maria disse...

Temos a mesma vila! :)

Anónimo disse...

Que lindo! A minha avó também também fazia trouxas com o dinheiro no lenço, que metia no bolso do avental ou no peito por debaixo da blusa. Na altura tinha vergonha, confesso.
São

Carla Morais disse...

Tanta ternura nestas palavras!
(também conheço essas trouxinhas :-) )

maman xuxudidi disse...

É bonita a tua história e a foto é linda. Gosto de trouxas (sou suspeita). Aqui na região os velhinhos ainda usam... quando vão receber a pensão, abrem um lenço e para là enfiam o dinheiro!

Anónimo disse...

Olá Mary!
Vivam as nossas avós e as suas trouxinhas!
A minha bisavó comprou uma mala de mão...mas carregava-a sempre dentro de um saco plástico para não se estragar.

Ana V. disse...

Belas palavras...há muito que não me lembrava dessas touxas.

Tereclopes disse...

Na minha família também existiam muitas trouxas dessas. Que bom foi lembra-las, só tu Mary para nos fazer sentir assim...
Beijinhos

By Deva disse...

Boas memórias :)

Isabel Marques disse...

a minha fazia a mesma coisa...

Alix disse...

I just want to write the "same ting", which is, just keep writing honey. It's beautiful. My favourite photo always