15/02/2011

obras ii

Aproveitamos varias latas de tinta que sobraram das obras no café mais outras que escolhemos e que não eram as cores certas (na altura), mas que agora forçamente as são devido ao facto que o orçamento monetário já não dá para ser esquisito. Aproveitamos as misturas criando um palete diferente e forte para as cores do segunda andar onde um dia havera uma biblíoteca. Antigas portas da casa são mudadas onde outras nasceram. Temos andorinhas que fazem parte dos remendos do chão de madeira onde o desenho foi inspirado a partir de um pequeno berloque de prata. Foi esculpida em nogueira (oferecido por ele) pelo nosso amigo, coloborador e mestre, o Dima.

Nunca pensamos que a obra na nossa casa durasse tanto tempo e custasse tanto. Não é porque o trabalho corre mal, ao contrario mas os detalhes são tantos! E quando os senhores que estão a executa-la , muito depois, se vão embora ainda havera muitos detalhes para acabar. Foi e é mesmo um projecto de vida. Há oito anos atrás quando viemos para Sintra e começamos a habita-la sabiamos que ela era uma casa muito bonita. Agora apercebemos que ela é esplendorosa. Valeu a pena.

7 comentários:

Alexandra Durão disse...

Muitos parabéns pelo teu bonito projecto de vida! :-)

viajante disse...

Deve estar linda a vossa casa.
E sempre que vou à casa " ao lado " vou às trazeiras admirar pormenores.
Amanhã contigo fazer uma visita...à Saudade.

viajante disse...

Errata:
...conto fazer uma visita.

papoila disse...

O projecto não é meu e ando toda entusiasmada! Imagino a vossa felicidade.
Admiro muito o vosso trabalho e desejo-lhes toda a sorte do mundo para que a obra fique inteiramente ao vosso gosto.
xx

miriam disse...

é linda, linda linda! =))) e tem história e vai ter ainda mais ;) fica em boas mãos.

portugalnocoração disse...

qd for a portugal no verao matar as saudades tenho que ir "a saudade! a casa deve estar a transformar-se num sonho!

Trapezio disse...

Adoro esse azul da ombreira! Felicidades.